She will be loved

“Aos meus caros que sofrem por amores perdidos. Espero que vocês saibam que, cada pessoa reage de uma forma diferente e esquecer daquele amor que foi perdido é algo muito relativo. Não existe ao certo uma resposta exata para tal fato. Mas, em primeiro lugar entendam que gostar ou não de alguém sempre será uma escolha - sempre -. Parece que inconscientemente você escolheu continuar gostando desta pessoa. Isso é meio louco mas, conscientemente você quer esquece-la e inconscientemente, não. Talvez você esteja aprisionado no que aquela pessoa representou em sua vida, nem é dela mesma que você gosta e quer -pelo menos não é esta que ela é hoje -, mas você continua preso nos significados da relação de vocês: como você se sentia com ela, o futuro que vocês planejaram juntos, a família que construiriam ou que queriam construir, os sonhos e etc. Ou pode ser que o seu lado masoquista seja o que impede, e não te deixa parar de sofrer por ela e faz com que você encarne o papel de vítima. Além disso, quando a gente perde um amor, junto a isso perdemos também o passado (que planejávamos), o presente (que precisamos reinventar sem está pessoa) e o futuro que eram nossas expectativas junto à pessoa. Você permanece preso, pois não conseguiu abrir mão de tudo isto. Será necessário aceitar, fazer o luto da relação que você sonhou para vocês dois e depois libertar-se e seguir para a sua nova realidade, novos sonhos, novas expectativas e planos. Enquanto a sua energia estiver presa na melancolia, você não ficará livre para aceitar, pensar, planejar e encontrar novas possibilidades. Esta pessoa que você se relacionava, mesmo estando fisicamente viva, morreu. Ela não é a mesma que você considerava “o seu grande amor.” Aquela só existe em sua cabeça. Aceite isto, enterre o que já morreu e liberte-se para viver novas oportunidades. Não tenha medo!”

Café a Dois. (via estopins)

(Source: Expurgar)

“Na maioria das vezes, as coisas realmente bonitas e importantes acontecem em uma segunda-feira. Ou, quem sabe, às 18:37 de uma quarta preguiçosa. Quem sabe ainda, em plena manhã de sábado, aquela que costumávamos passar dormindo. Na maioria das vezes, as melhores palavras estão longe de serem ensaiadas e os momentos mais marcantes não têm data escolhida. Simplesmente, acontecem. Assim como um fruto que cai de repente da árvore e que, por isso, pode acertar nossa cabeça ou levar-nos à descoberta da gravidade. As coisas que valem à pena, geralmente, não têm hora marcada, plano ou roteiro, são espontâneas e, ainda por cima, de graça. Guarde isso: Os melhores momentos são aqueles que, se te perguntam a hora, você não se lembra, mas, em compensação, lembra de cada segundo.”

Rio doce.   (via estopins)

(Source: rio-doce)

“Todo menino quer ser gente grande, todo adulto quer ser criança, toda flor quer ser passarinho, toda jaula quer ser de papel. O hoje quer voltar a ser ontem, o ontem quer ver o amanhã, amanhã quer esquecer de tudo e o tudo inveja o nada, que nada tem para se preocupar, nada tem para entender, nada em direção a nenhum lugar, nada de mar em mar. A fé quer ser verdade e a verdade quer ser provada, porque verdade é só palavra que a boca teima em não dizer. Se tudo fosse o que quisesse ser, a tristeza seria alegria, a distância seria uma curva e a saudade seria você.”

Cinzentos.  (via antipoetico)

“E nós nunca vamos nos beijar na chuva. Eu também nunca vou calar sua boca com um beijo e nenhuma das nossas brigas vão acabar na cama. Eu nunca vou te observar enquanto você dorme e nunca vou fazer cafuné em você quando você estiver com a cabeça deitada no meu peito. Não vamos passar tardes assistindo filmes românticos debaixo das cobertas e comendo brigadeiro. Também não vamos passar madrugadas acordados conversando. Nossos planos não vão se concretizar. Eu não vou ficar com vergonha conhecendo sua família. Não vamos contar aos nossos filhos a longa e estranha história sobre como nos conhecemos. As pessoas não vão olhar pra nós e falarem sobre como nós somos bonitinhos juntos. Não vamos discutir sobre quem vai levantar pra apagar a luz do quarto. Não vamos ter um futuro. Tudo isso poderia ter acontecido, mas não vai. Porque nós dois fomos feitos pra nos conhecermos, nos apaixonarmos, mas não pra ficarmos juntos.”

Vinícius Kretek   (via estopins)

(Source: 27-06)

“How dare you. How dare you make me feel like the sun and then rip the light from my chest. How dare you make me feel so whole and then drop me like I never existed. How dare you make me a ghost when you don’t even believe in them. I hope I haunt you forever, but I suppose I’ll never know if my memory ever plagues your thoughts. How dare you pretend that this is my fault when you’re the one that gave up. How dare you act like you tried when you could barely meet me halfway. How dare you light a flame inside me and leave me to burn down. I hope my sparks catch fire at your doorstep and you go up in smoke. You can wear your pride like armor in a war you’re not fighting, but at the end of the day I hope it grows too heavy for your shoulders and I hope you cry in the dark the way I do. How dare you.”

You promised. They all promise. (via estopins)

(Source: radiicvl)

“Você tem medo de dar certo em algum momento, porque o seu forte é dar errado.”

Robin and Stubb.  (via autorias)

(Source: nevuei)


(Source: celadonlonghorn)


(Source: weheartit.com)

“Tenho uma especie de tristeza que não entendo. Olho a minha volta e parece que tenho tudo pra ser feliz. Quem olha de fora tem a certeza que sou 100% feliz, eles me vêem durante o dia, fazendo graça, sorrindo e fazendo os outros sorrirem também. Mas na calada da noite ou numa tarde solitária qualquer me pego pensativo, tentando encaixar a peças que faltam desse infinito quebra-cabeça, explorando meu lado triste e buscando as respostas daquelas perguntas que insistem em bater na minha porta na piores horas. Eu sei que ninguém é completamente feliz, sempre vai faltar alguma coisa, mas às vezes é coisa pouca, já pra mim, tenho aquela sensação que é coisa muita, de que nunca vou estar completo. Deve ser algum problema de fábrica ou um erro de planejamento, lá de trás, que venho escondendo sobre panos sujos, mas que volta e meia da seus pulos e aparece para me fazer pensar e sempre me vejo em becos sem saída. A vida é isso ai mesmo, a sua vida é essa, a minha vida… entre trancos e barrancos, ora lua cheia ora minguante, vivendo num dia a maré cheia e no outro vazante.”

Efeito Colateral.  (via supostos)

“Por medo deixei de fazer tanta coisa e por coragem fiz tanta burrice. Por isso agora eu sou assim, confuso.

Soulstripper.    (via supostos)

(Source: titanios)